23/05/2018

Espumante: vale mesmo a pena comprar?

Categoria:  Dicas e links

Por: Vitrine dos Vinhos
Espumantes

A forte tendência da grande parte dos brasileiros é achar que se tem borbulhas, então é champanhe! E se for para comprar, que seja caro, importado e para ocasiões festivas!

Uma sequência de enganos!

Já explicamos com detalhes lá em Vinhos espumantes: saiba diferenciá-los! que há as sidras, os frisantes e os espumantes, tipos que variam não apenas pela composição, mas pelo método e vigor da gaseificação (ou seja, das borbulhas). Especificamente dentro da categoria dos espumantes estão os famosos cavas, proseccos e champanhes, vinhos com denominação de origem e que podem se valer dela quando produzidos em certos locais, a partir de determinados métodos, condições e uvas.

Protocolos de produção mais rigorosos, qualidade, renome e percepção de lucro elevam o preço final de um vinho. Você pode até querer investir nos exemplares mais caros ou importados, mas isso não garante que você vai gostar do que vai beber! Nem sempre o mais famoso e o mais caro é o que casa melhor com o seu paladar! Buscar informações sobre o que você quer beber e ter a chance de experimentar antes, principalmente quando o vinho é mais caro, são atitudes que evitam uma frustração imensa!

Apesar de muitos ignorarem o produto nacional, é bom salientar como o Brasil vem se destacando no mercado de vinhos ao comercializar espumantes incríveis, muitos deles até premiados internacionalmente e com o preço muito mais em conta! Cogitar um bom vinho brasileiro é sempre uma boa ideia, ainda mais se você desconhece o tanto de coisa boa que anda sendo produzida por aqui!

Por fim: os espumantes não servem para ocasiões festivas, apenas! Talvez aqui esteja a resposta para a pergunta do título: “espumante: vale mesmo a pena comprar?”. Apesar de estarem fortemente associados às comemorações e às festas de final de ano, os espumantes são vinhos muito versáteis e podem ser bebidos a qualquer tempo! Aliás, se você bebe cerveja no inverno, nem ouse argumentar sobre a temperatura do espumante!

Os vinhos borbulhantes podem compor drinks, casam com uma variedade imensa de petiscos, lanches, refeições e sobremesas! Vão bem com uma tábua de queijos e massas, com pizzas e hambúrgueres, com carnes (das mais delicadas até as mais marcantes) e com doces variados! Aliás, na dúvida do que servir, cogite um espumante frutado e fresquinho: ele pode combinar com vários pratos e agradar em cheio vários paladares!

Considerando que tem espumantes mais secos (como os nature, brut e extra brut) e os mais docinhos (demi-sec e doce – categoria onde figuram os famosos Moscateis), pode-se dizer que, além de versáteis, os espumantes são, também, bastante democráticos!

Nós, particularmente, gostamos bastante dos mais secos! E você?

Aproveite e dê uma olhada nos exemplares do nosso parceiro!



Quais vinhos combinam com você?

Faça já o teste e descubra quais vinhos podem combinar mais com os seus gostos!

Sobre o Blog

Seja bem-vindo ao nosso blog de vinhos! Um apanhado de boas histórias para quem curte essa belíssima fonte de prazer e de cultura que é o vinho!