26/04/2018

Diário de bordo: Quinta Edmun do Val

Categoria:  Eventos

Por: Vitrine dos Vinhos
Quinta Edmun do Val Enoturismo

A segunda visita do segundo dia de tour foi na Quinta Edmun do Val, situada no vale de São Julião, pertencente ao concelho de Valença do Minho.

Se durante a manhã o dia foi instável, à tarde não teve trégua: choveu bastante e a sensação foi de ainda mais frio! Mas, cá entre nós, essa segunda visita foi tão incrível, que o tempo estar bom ou ruim não fez a menor diferença!

Nós chegamos na quinta e fomos recepcionados pelo Pablo, que nos mostrou todas as dependências da quinta, começando pela casa principal, passando pelo jardim, pelos vinhedos, pela adega, até a sala de degustação. Ao longo do passeio, Pablo nos explicou um pouco sobre o lugar, que foi adquirido por sua família e que, no processo de restauração, foram encontrados um painel em pedra datado e uma imagem do deus Baco, a inspiração para o logotipo da quinta! O lugar todo é, de fato, muito bonito, rústico e bem estruturado.

No que diz respeito à produção, soubemos que é a própria quinta que cultiva as suas uvas e vinifica os seus vinhos. A casta de destaque é o Alvarinho e, particularmente em relação aos vinhedos, Pablo nos explicou que a quinta busca promover uma viticultura sustentável, que preza muito mais pela qualidade da uva do que por sua superprodução. O processo de vinificação é igualmente consciente, já que se busca intervir o mínimo possível, a fim de assegurar vinhos vivos, complexos e de qualidade.

Enquanto estávamos conhecendo o espaço, acabamos parando em uma das salas onde o Pablo nos apresentou uma caixa de aromas. A ideia era sentir, por meio dos pequenos frascos, os aromas que seriam possíveis de encontrar nos vinhos. Isso serviria tanto para reconhecer a complexidade aromática que essa bebida pode alcançar, quanto para identificar algum defeito.

Foi uma experiência que há tempos queríamos vivenciar! E é claro que, na companhia do Pablo, uma pessoa generosa, muito divertida e espirituosa, tudo ficou ainda mais memorável!

Depois dessa dinâmica e já a par de todo o espaço que a quinta ocupa, finalizamos o passeio na sala de degustação, que já estava devidamente guarnecida de dois tipos de embutidos, dois tipos de queijo e água. Nós provamos (e que prova!) os 3 exemplares que são produzidos na quinta: dois vinhos brancos da casta Alvarinho, ambos deliciosos, e um gin muito gostoso e suave que se transformou em um farto e notável gin tônica!

Aprendemos um pouco sobre a destilação desse gin, que leva Alvarinho na sua composição e cujo processo, tão cuidadoso com a seleção das uvas e tão minucioso quanto à destilação no alambique de cobre, resulta em um gin que, se bebido puro, mostra-se bem saboroso, delicado e floral!

A degustação, ao contrário do que se imagina, não se resumiu a sentar, provar, harmonizar, levantar e ir embora. Aliás, em nenhuma das visitas foi assim! Mas, nesse caso em particular, foi uma reunião que, para nós, marcou esse tour de uma forma singular. Nós realmente só fomos embora porque, depois de quase 2 horas, era preciso! Levamos os 3 exemplares mencionados, aprendemos muito e foi divertidíssimo!

Não apenas recomendamos a visita a todos: esperamos que haja um reencontro nosso em breve!

Posts Relacionados


Quais vinhos combinam com você?

Faça já o teste e descubra quais vinhos podem combinar mais com os seus gostos!

Sobre o Blog

Seja bem-vindo ao nosso blog de vinhos! Um apanhado de boas histórias para quem curte essa belíssima fonte de prazer e de cultura que é o vinho!
B01 250x250
Visit Us On FacebookVisit Us On TwitterCheck Our FeedVisit Us On Instagram