28/03/2018

Páscoa para maiores de 18 anos!

Categoria:  Artigo

Por: Vitrine dos Vinhos
Páscoa e vinho

Chocólatras e enófilos podem se deliciar juntos e felizes na Páscoa!

E a alegria já pode começar na Sexta-feira Santa, com toda a variedade de peixes e de frutos do mar que são lembrados nessa época e que enriquecem as mesas dos brasileiros!

Obviamente que a estrela de muitos cardápios ainda é o bacalhau, que pode ser preparado de diversas formas: à Brás, à espanhola, Gomes de Sá, à portuguesa, com nata, com batatas, entre outros!

Harmonização bacalhau e vinho

Justamente pela variação de temperos e de ingredientes é que podemos afirmar que o bacalhau combina com uma grande variedade de vinhos!

Mas não qualquer um!

Vinhos brancos e rosés de sabor muito delicado podem sumir ao lado de uma bacalhoada! Você pode até considerar esse tipo de vinho com outros peixes e frutos do mar mais leves, mas o bacalhau precisa de vinhos mais saborosos para acompanhá-lo!

Por outro lado, vinhos tintos potentes e de taninos marcantes podem causar um conflito de sabores e de texturas tão grande a ponto de te levar a abandonar ou a comida ou o vinho. E isso pode acontecer não só com o bacalhau, mas com diversos outros peixes e frutos do mar!

Então, se for para apostar, considere os vinhos brancos (categoria onde se encontram os famosos vinhos verdes!) e os vinhos rosés frescos e saborosos, que vão bem com o bolinho de bacalhau, bacalhau grelhado, assado com batatas ou com legumes. A acidez desses vinhos também pode ajudar quando a textura do prato for gordurosa, como é o caso do bacalhau com nata ou gratinado.

Bacalhau ensopado, que leva ingredientes, molhos ou temperos mais fortes (como o pimentão, o presunto cru, as azeitonas e as alcaparras), pode casar muito bem com vinhos tintos de sabor presente, mas não muito intensos, preferencialmente de taninos sutis e com boa acidez.

As variações de todos esses preparos, de fato, impedem que se aponte uma regra de harmonização ou um tipo de vinho específico. Mas cá entre nós: ninguém precisa disso em dias festivos!

Teste e descubra não apenas o que pode combinar com o prato, mas o que mais combina com o seu perfil!

Vinho e chocolate

Mas e domingo? Chocolate basta para chocólatras, mas e para quem não dispensa uma taça de vinho?

A boa notícia é que a Páscoa pode não se encerrar nos ovinhos e coelhinhos de chocolate! Os vinhos certos podem deixar tudo mais adulto e interessante!

Vinhos doces ou fortificados (como os vinhos do Porto ou Late Harvest) servidos ao lado dos chocolates é uma combinação convencional, clássica e certeira! Esses vinhos costumam ser mais doces, mais encorpados e com uma boa acidez, que podem casar bem não apenas com chocolates (branco, ao leite, meio amargo e amargo), mas também com sobremesas à base de chocolate!

Nós adoramos essa combinação e já provamos vinhos doces e fortificados ao lado de uma mousse de chocolate e de um brownie, entre outras guloseimas!

Espumantes também são boas companhias nessa Páscoa, sobretudo se forem mais adocicados e frescos, como o Moscatel. Experimente-os o lado de doces com frutas: a combinação realmente pode surpreender!

Aliás, nós já fizemos esse teste com éclairs (bombas) e foi delicioso!

E quanto aos vinhos tintos secos?

Alguns especialistas recomendam a experiência e muitos a rejeitam sem pensar duas vezes!

Você já fez esse teste?

Saiba que, no final das contas, a combinação entre comidas e vinhos nascem (ou deveriam nascer) de escolhas puramente subjetivas e pessoais. Não existem pecados ao harmonizar vinhos: existem tentativas, acertos e desacertos. E saldo é sempre barriga cheia e histórias para compartilhar!

Uma boa Páscoa, muitos brindes e delicie-se!


Sobre o Blog

Seja bem-vindo ao nosso blog de vinhos! Um apanhado de boas histórias para quem curte essa belíssima fonte de prazer e de cultura que é o vinho!