Vitrine dos Vinhos
19/04/2017

Os cinco melhores vinhos brancos!

Categoria:  Artigo

vinho branco

Fazer uma lista dos melhores vinhos brancos não é tão difícil! Nós somos aquele tipo de apreciador de vinhos que, antes de afirmar que um exemplar não é bom, nós provamos! E gostamos de provar sempre vinhos diversos, de todas as safras, uvas e países! Temos uma lista de exemplares bem variados que nós já tivemos a oportunidade de degustar e de avaliar, inclusive ao lado das nossas refeições. Para nós, quando mais variado for o vinho, mais inusitada poderá será a experiência final!

Muitos apreciadores de vinhos são fãs incondicionais da variedade tinta: seja pelo sabor mais complexo, seja pela estrutura mais vigorosa, seja por costume. Os vinhos tintos têm um apelo grande de vendas no Brasil (e inclusive durante o verão!) e nós gostamos bastante deles, mas não em detrimento dos outros! Ao contrário, achamos muito bom quando, volta e meia, aparece um vinho espumante, rosé ou branco capaz de nos surpreender e fazer valer a pena o investimento!

Especificamente em relação aos vinhos brancos, é evidente o quanto eles são subestimados por muitas pessoas e o que pode justificar isso é o fato de que existem sim, muitos exemplares de pouca qualidade à venda. Muitos deles ou não são saborosos ou não têm gosto algum e, na realidade, se não fosse pelo álcool, alguns poderiam ser um daqueles sucos de uva bem baratinhos. É uma pena quando isso ocorre, pois se tem uma coisa que fica gravada na mente de um consumidor é a experiência sensorial que ele teve com um produto. Não raro, uma pessoa, ao provar um vinho e não gostar, costuma taxar a variedade toda a partir dessa péssima experiência, algo que certamente ocorreu e ocorre com os vinhos brancos: alguém provou um sem gosto e afirmou que todos são assim!

Péssimas experiências ao beber vinhos brancos… isso ocorreu conosco? Sim, muitas vezes! Já compramos vinhos brancos bem fracos, outros que não nos comoveram, outros tantos cujo sabor era bem comum e, por sorte, vários outros muito saborosos! E para quem acha que vinhos brancos nunca dão conta de harmonizar com um prato substancioso, eis que já tivemos várias experiências deliciosas e que nós indicaríamos para todos, sem ressalvas!

Volta e meia alguém nos pede dicas de vinhos para experimentar, então nós fizemos uma seleção com os 5 melhores vinhos brancos já provados pela Vitrine dos Vinhos até o momento! Veja quais são!

La Bélière 2013 (Baron Philippe de Rothschild) – França

Este vinho até possui algumas características comuns a todos os brancos, mas o que o tornou distinto dos demais foi o sabor e o equilíbrio! Ele é um vinho branco seco, frutado (sentimos notas aromáticas de frutas tropicais bem intensas, com destaque para o maracujá), de médio corpo, com uma relativa persistência e com a acidez presente e equilibrada. Uma descrição técnica que é, de fato, comum, porém o destaque se dá em relação ao sabor! É um vinho que, em comparação com outros, é bem saboroso e apesar de parecer delicado, ele tem uma certa estrutura e é mais marcante! Isso faz com que ele seja gostoso para bebericar sozinho e interessante para combinar com um leque de refeições, como aves e frutos do mar. É um exemplar agradável e gostoso, grandes diferenciais entre outros tão comuns.

Fleur Du Cap Unfiltered Sémillon 2013 (Fleur du Cap) – África do Sul

Este exemplar constou na lista do TOP 5 melhores vinhos por categoria da Vitrine dos Vinhos e, não por acaso, vai constar mais uma vez! Por quê? Porque esse vinho branco tem um sabor que certamente surpreende! Trata-se de um branco seco, mais encorpado, com relativa persistência e com boa acidez. Ele é bem aromático, com notas frutadas discretas, principalmente diante dos aromas amendoados/amadeirados que predominaram durante toda a degustação! Diferentemente de outros vinhos que são bebidos e rapidamente esquecidos, esse exemplar tem um sabor tão interessante que mesmo aqueles que adoram vinhos tintos poderiam se encantar com ele! Igualmente, pode ser bebericado sozinho ou ao lado de uma paella e de carnes suínas! É um desses vinhos que vale a experiência!

Elena Walch Gewürztraminer 2014 (Elena Walch) – Itália

Este vinho tem um sabor bem característico e particular! Nossas impressões técnicas foram a de que se tratava de vinho branco seco, aromático, com notas de frutas tropicais (destaque para lichia e pera), mineral, de médio corpo, mais persistente e com a acidez equilibrada. Até aí, nada impressionante. Porém, o sabor era muito complexo, que ia do adocicado ao salgado ao mesmo tempo. Ao explicar isso, é provável que haja um certo estranhamento, mas não tenha: as sensações foram bem sutis e só fizeram com que esse vinho fosse diferente e muito saboroso! Poderia ser facilmente bebido até a última gota sem qualquer acompanhamento, mas nós resolvemos apostar em um camarão na moranga: a combinação foi boa, a acidez do vinho ficou um pouco mais aparente e a sensação do “salgado” desapareceu. Um vinho branco que resultou em grandes emoções!

Tenute Dettori Renosu IGT Bianco (Dettori) – Itália

Mais um vinho branco para recordar! E para peitar qualquer estereótipo! Este exemplar é como uma comida gostosa: não dava vontade de parar de beber. Trata-se de um vinho branco meio-seco, (a princípio, mostrou-se mais seco e, com tempo, sentimos o seu adocicado), aromático (notas de frutas cítricas, como goiaba branca e maracujá), levemente mineral, encorpado, mais persistente e com boa acidez. Na prática: saboroso, complexo e, ao menos para o nosso paladar, um vinho branco memorável! Nós o harmonizamos com uma truta na manteiga e alcaparras e aqui, um novo acerto! A combinação foi muito gostosa, bastante equilibrada e sem conflito de sabores! Daqueles vinhos que indicaríamos para amantes de vinhos brancos e tintos e rosés e espumantes, só porque é diferente e muito gostoso!

Anthìlia Donnafugata DOC Branco (Donnafugata) – Itália

Sabe aquele tipo de vinho que já no primeiro gole arranca um “hummm”? Ele foi um dos últimos vinhos brancos que nos surpreenderam muito! Nossas impressões, ao degustá-lo, foram as seguintes: trata-se de um vinho branco seco, aromático, com notas de frutas frescas, com destaque para o maracujá, além de notas de coco e amanteigadas. Ele possui corpo médio, final longo e boa acidez. O sabor é bem diferente e marcante, sem deixar de ser delicado. A acidez acentuada não incomodou nem um pouco, já que ele é daqueles vinhos que descem redondo! Uma boa parte do vinho foi bebida sozinha e a outra foi servida ao lado de um peixe (pintado) ao forno com ervas, uma combinação muito gostosa, já que o peixe estava bem temperado e carnudo e se equilibrou com o sabor e com a acidez do vinho. Um vinho muitíssimo saboroso e que combinou com tudo, inclusive com o dia!

Nós já falamos bastante sobre isso, mas é sempre bom repetir: cada pessoa tem um paladar e gosto realmente não se discute! O que vale mais é trocar ideias e esperamos que essa lista pode servir para você descobrir novos sabores e continuar um apreciador apaixonado por vinhos!

Mas e você? Tem algum vinho branco predileto? Ou mais de um? E você prefere os mais leves ou mais intensos? Faça a sua lista e conte pra nós!

Posts Relacionados


Quais vinhos combinam com você?

Faça já o teste e descubra quais vinhos podem combinar mais com os seus gostos!

Sobre o Blog

Seja bem-vindo ao nosso blog de vinhos! Um apanhado de boas histórias para quem curte essa belíssima fonte de prazer e de cultura que é o vinho!
Visit Us On FacebookVisit Us On TwitterCheck Our FeedVisit Us On Instagram